Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

República do Caústico

A verdade vem sempre ao de cima (3)

09.08.10, João Maria Condeixa

Lopes da Mota, ex-Secretário de Estado da Justiça de José Sócrates - então na presidência da Eurojust - alertou as autoridades portuguesas para a constituição de uma equipa mista, composta por portugueses e ingleses, de investigação ao caso freeport.

 

Cândida Almeida, que até então não queria para si o caso freeport, advoca-o de imediato para o DCIAP, impedindo a constituição da referida equipa.

 

Do Serious Fraud Office - um órgão de investigação do Estado Britânico - aparecem agora notas alertando que "os magistrados portugueses estão a bloquear o rumo das investigações que a PJ pretendia" e que e que era notória a preocupação de Cândida Almeida com o facto de o inquérito visar o possível envolvimento do primeiro-ministro.

 

Ao Serious Fraud Office foi confidenciado, pelos dois procuradores envolvidos no processo freeport, não existir confiança na sua superior hierárquica (Cândida Almeida).

2 comentários

Comentar post