Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

República do Caústico

Sinais da crise

29.05.10, João Maria Condeixa

Vi-me, reconheço, mais identificado com aquela mãe - ainda que discordando em parte do discurso - que num sábado à tarde decidiu arrastar o filho para uma manif da CGTP que não era a dele, do que com as mãezinhas que foram arrastadas pelas histéricas filhas para o Rock in Rio às 5 da manhã, porque "as meninas pediram".

 

Prefiro mil vezes que criem um revolucionário - desde que tenha sentido político e não seja um anarca explosivo - do que um histérico-paneleirote que só suspira por um futuro melhor, em vez de lutar por ele.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.