Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

República do Caústico

Meio termo do mesmo

28.04.10, João Maria Condeixa

 

Portugal foi parar ao serviço de urgência. Andava há umas semanas cheio de sintomas que apontavam nesse sentido, mas ninguém ousava dizer que estava a passar um mau bocado. Preferiram todos pensar que ia passar e que aquela azia toda era resultado da especulação externa e nem um pouco dos remédios que nos estão a dar há anos. Hoje ao que parece reúnem-se de emergência dois dos maiores especialistas da área. Irão tentar alcançar um acordo sobre que medidas tomar. Receio bem que assim que ponham as máscaras do operatório se perca a noção do quem é quem, tal é a semelhança entre os dois e que os remédios fiquem longe do que Portugal precisa. Afinal o meio termo entre projectos praticamente iguais é o quê?

 

De bisturi na mão propõem-se cortar primeiramente no quê, se apenas estão interessados em tirar aquela gordurazinha a mais que está ali e onde não têm nenhum interesse especial instalado? De máscara de oxigénio vão dar ar a quem mais precisa e pode puxar pelo país ou antes aos monstros que foram criando nos últimos 36 anos?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.