Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010
por João Maria Condeixa, em 24/2/10

Será agora, finalmente, que o Estado se passará a portar como rapazinho crescido e a cumprir com as suas responsabilidades e que em caso de não o conseguir, ou for sua opção, pagará o que lhe é devido tal como nos exige a nós contribuintes?

 

Ora aí está um bom tema a ser desenvolvido por estes senhores que também hoje arrancaram com um novo blogue, The Portuguese Economy: The effects of a debtor State on a small country economy (que eles só falam inglês e explicam porquê).


publicado por João Maria Condeixa às 17:59
link do post | Please be gentle

2 comentários:
De Fulano a 27 de Fevereiro de 2010 às 14:10
Não estou assim com muita vontade de ser gentil !

O que é preciso é compaixão Cristã. Vai aqui um exemplo da mesma compaixão:

« ...Esta proposta, sublinhou, é "perfeitamente possível" de ser executada "cortando 50,5 milhões de euros numa prestação onde o abuso é uma vergonha, chamado rendimento mínimo garantido". » Paulo Portas

O partido dos «com a boca cheia de dentes» que fazem terapia quando lhe morre o gato, e fazem peregrinações a Fátima equipados de roupa desportiva "griffé" e são católicos porque ser católico é tradição e ser tradicional é fino e aristocratico , vivem à séculos de rendas e de não participar no desenvolvimento (fugindo aos impostos em larga escala) têm o desplante de fazer bandeira dos abusos das classes populares. Estes cristãos, os tais do "ao outro como a si mesmo", (tem-se visto ao longo dos séculos), quando as classes populares já embrutecidas pela pobreza, enraivecidos pela miséria fizerem correr sangue clamarão pela dureza policial. O que esta gente propõe é a "sul-americanização" da vida.

P.S. Não nego que haja abusos mas serão mais graves que os outros abusos que TODOS conhecemos? E havendo abusos serão na ordem de 50,5 milhões?


De João Maria Condeixa a 28 de Fevereiro de 2010 às 16:31
Esses 50,5 propostos iriam para outro lado. Para as pensões das pessoas que trabalharam uma vida, honestamente, e que enfrentam igual crise, mas sem qualquer hipóteses de dar a volta por cima pelo seu próprio pé, pois a idade e a saúde já não o permitem. E não se trata de compaixão, mas de distinguir quem tem ainda menos hipóteses...


Comentar post

Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Pulling the plug and full...

OE2012: do corte na despe...

Curto rescaldo da Madeira

Na Madeira

O fetiche do voto do betã...

A 18 cêntimos a acção (3)

A 18 cêntimos a acção (2)

A 18 cêntimos a acção

Em entrevista comparada

Alguém me explica este li...

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds