Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

República do Caústico

O obscurantista das contas tem nome

23.04.11, João Maria Condeixa

 

"São alterações que visam tornar as contas completamente transparentes."

 

Quer isto dizer que até agora não o eram. As palavras são do actual Secretário de Estado do Orçamento.

Este governo continua igual a si mesmo. Se o défice de 2009 foi revisto em alta algumas 5 vezes, o de 2010 segue-lhe as pegadas, confirmando a suspeita que a maioria das pessoas tinha quanto à veracidade do cenário que nos estava a ser apresentado e aumentando a dúvida quanto ao real estado das contas públicas.

 

Teixeira dos Santos dissera que atiraria a toalha assim que a dívida batesse nos 7%. Percebe-se hoje, ao não ter sido convidado para as listas por ter condicionado Sócrates a pedir ajuda externa, que não o fez porque o Primeiro-Ministro assim não deixou.

 

Sócrates encarna em si, portanto, toda a estratégia obscurantista a que quer votar os contribuintes. É por isso o elemento limitativo de um entendimento alargado entre partidos. Ou o PS o cospe - e não acredito! - ou escusam de perder tempo em teorias de governos de salvação nacional em que entre o Partido Socialista.