Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

República do Caústico

A calhandreira da minha vizinha é que o disse

02.02.10, João Maria Condeixa

Eu não sou de calhandrices, mas ouvi dizer - atenção, "ouvi" dizer! - que a derrapagem financeira - não a primeira, nem a segunda, mas esta última - tinha sido resultado de imprevistos alheios ao governo e que surpreenderam Teixeira dos Santos. Mas ontem, a calhandreira da minha vizinha, que não deve ter mais nada que fazer, veio com uma história estranha de que afinal os 9,3% tinham sido um esforço de José Sócrates para ajudar as pequenas empresas e as famílias. Eu, que não sou de calhandrices, acho que Teixeira dos Santos e José Sócrates não estão bem sintonizados e que aquilo lá "prós governos" deve andar em estado de sítio e que a cada "problema" que encontram, seja porque lhes batem na estação pública ou na privada, ou até porque os pintam com cores de palhaço, acabam por resolvê-lo à paulada. E já se sabe, esta rapaziada que gosta de "malhar na oposição" é capaz disto e de muito mais. Mas eu  cá não sou de calhandrices!

2 comentários

Comentar post