Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

República do Caústico

Presidenciais marcadas..

11.10.10, João Maria Condeixa

Cavaco fixou hoje as presidenciais para dia 23 de Janeiro e tudo fará para que até ao orçamento nada mais se discuta sobre esse assunto.

Anunciar uma candidatura a meio deste turbilhão seria um erro crasso:

a) Poderia calar todos, o que não é vantajoso para Cavaco pois precisa que desta esgrima saia alguém enfraquecido.

b) Passaria despercebido o que não é manifestamente desejável num lançamento deste género.

 

Se se segurar até ao orçamento o cenário torna-se-lhe bastante mais favorável:

a) caso o orçamento passe terá tido a ponderação de não trazer entropia à negociação e terá um mar-espelho para o seu anúncio.

b) caso o orçamento seja chumbado, será chamado a segurar as pontas, tomará uma decisão difícil, mas que lhe poderá valer o epíteto de "Salvador da pátria", facilitando-lhe bastante a vida, ao ponto do seu anúncio se tornar quase numa aclamação. Caso tivesse já anunciado a sua candidatura na altura deste cenário, estaria sempre fragilizado, pois qualquer decisão que viesse a tomar seria sempre vista como interesseira, agendada e tendenciosa. O que reforça a vantagem de se guardar um pouco mais.

 

E nisso Cavaco tem jeito para a coisa.

2 comentários

Comentar post