Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

República do Caústico

Revivalismos vários

28.09.10, João Maria Condeixa

Estive "fora" uns dias. Das notícias que me chegaram deu para perceber que o mundo mudou novamente no espaço de quinze dias e que isso significa que o país vai andar de tanga em tanga até ficar ainda mais de tanga, dando cobro à tanga do regresso do FMI - esse fantasma dos idos 80 que tal como qualquer outro sucesso dessa década, causa estranheza, mas parece fazer sentido recuperar e matar saudades por uns dias para depois o voltar a enterrar no baú das coisas "a nunca mais usar" -.

 

E que enquanto esse bicho-papão não chega, encenam-se discórdias entre os principais protagonistas dos dois maiores partidos, apontam-se aumentos de impostos com apoio do exterior, ameaça-se com despedimentos colectivos - que de facto ficavam bem a este governo, depois de ter originado a ocorrência de tantos por esse país fora - e teima-se em fingir que um qualquer limiano - ou outro tipo de flamengo, que em tempo de crise é tão apetecido e fácil de originar como no passado - não pode ocorrer e hipotecar a evocação desse "ser superior" que um dia terá iluminado Êrnani Lopes. Mas se nos quiserem continuar a apresentar malabarismos vários para mostrar "trabalho", por mim, tudo bem. Também estou quase a ir de férias...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.