Sexta-feira, 2 de Setembro de 2011
por João Maria Condeixa, em 2/9/11

Está um jovem na televisão a falar na festa do Avante que tem uma T-Shirt onde se lê "Na luta contra o Imperialismo!". Não podia ser mais adequada. A grande maioria dos presentes até domingo irá ver se extermina com tudo o que é imperial...que esteja nos barris!


publicado por João Maria Condeixa às 19:07
link do post | Please be gentle | (4)

Sexta-feira, 8 de Julho de 2011
por João Maria Condeixa, em 8/7/11

O murro na mesa de Trichet resulta do compromisso que Portugal estabeleceu com a troika e da ousadia de ter ido "mais além". Ficou-nos bem essa proactividade e colhemos aliados importantes ao ponto de aparentemente se atravessarem.

 

Fosse a alternativa do BE ou do PCP a imperar e eu gostava de saber a que porta bateriam para tirar o país do "lixo" ou que caminho "orgulhosamente sós" seguiriam. 


publicado por João Maria Condeixa às 12:12
link do post | Please be gentle

Segunda-feira, 6 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 6/6/11

A tradição ainda é o que era e o PCP continua a ganhar eleições atrás de eleições, sem perceber que a cada uma que passa vai perdendo terreno para as forças, imediatamente, à sua esquerda e sua direita. Até nisto são extremamente conservadores. Provavelmente os mais conservadores do nosso espectro político.

 

Insistem na batota de uma coligação que lhes permite ter o dobro do tempo de antena e de intervenção na Assembleia da República, mas que na verdade não passa de uma ficção e de um eco de Jerónimo, mas em versão progesteronizada.

 

Perderam votos, deputados - ah mas ganharam um em Faro! - e percentagem. À medida que a sociedade envelhece lá vão perdendo a raíz eleitoral e não fosse o aumento médio da esperança de vida e já a representação seria menor. Não há muito mais por que esperar, quando o pilar ideológico se mostrou incapaz de trazer soluções ao mundo e a sua versão portuguesa continua a ser das mais ortodoxas na Europa e a achar que está bem assim.


publicado por João Maria Condeixa às 14:42
link do post | Please be gentle | (1)

Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 26/1/11

...ver o PCP extremamente indignado por o governo ter recebido o Ministro dos Negócios Estrangeiros Israelita quando já mais que uma vez convidou as milícias da FARC para virem bailar ao Avante!

 

É mais um caso de indignação selectiva para juntar ao da Ministra da Educação que, esquecendo o que o próprio governo fizera meses antes numa acção de propaganda do seu ministério, se mostrou revoltada com a presença das criancinhas na manifestação dos caixões! Portugal vive cheio de memórias selectivas..


publicado por João Maria Condeixa às 20:55
link do post | Please be gentle | (1)

Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 21/1/11

Quando todos os candidatos rumam a Norte e às principais cidades - onde existem pessoas - à procura de votos na recta final, inversamente o PCP mergulha no Alentejo e por lá termina os seus dias.

 

Sabe que ali está o seu eleitorado e parte ao seu encontro para ver se não o deixa fugir. Aquilo que é uma bola de neve - o que é menos desenvolvido, não segura a população e por isso não concentra tanto a atenção dos políticos, o que, por sua vez, compromente ainda mais o seu desenvolvimento - resultou de uma opção trilhada há 30 anos e que espelha o estado a que o Comunismo conduz. Daí que onde ele hoje ainda existe, seja onde o atraso se mostra mais significativo

 

Prestem pois também atenção a este pormenor e não continuem nessa senda que é a morte do Alentejo e um prejuízo enorme para Portugal..


publicado por João Maria Condeixa às 12:29
link do post | Please be gentle | (1)

Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010
por João Maria Condeixa, em 15/12/10

Diz que ontem houve uma espécie de debate sobre as presidenciais. Nada de extraordinário e que não possa ser equiparado a uma discussão corriqueira numa qualquer praça de táxis deste país ou barbearia mais habituada a este tipo de assuntos - sim, porque as barbearias fazem-se pelo tipo de assuntos que tratam e não tanto pela forma como por lá se corta o pêlo -, mas ainda assim foi um debate, uma troca de palavras.

 

Mas também trocaram conceitos. Errados, mas trocaram:

 

O primeiro foi aquele velho conceito de que só quem viu pobreza, a poderá tratar. E quanto mais pobreza tiver visto, melhor será o seu desempenho. Os dois candidatos lá compararam as suas pilinhas mais paupérrimas, tendo-se chegado à conclusão que Fernando Nobre, por ter visto uma criança a correr atrás de uma galinha, não para a comer - veja-se a estupidez! - mas para lhe roubar o pouco alimento que ela levava no bico, era mais merecedor do cargo que o candidato do PCP - de seu nome, de seu nome...ai...aaahh...Francisco Lopes - que tudo o que tinha visto era um rapaz descalço e analfabeto filho de uma família que passava fome em Coimbra.

 

Meus senhores, se fôssemos abraçar esta vossa lógica politicamente correcta, enternecedora e romântica, teríamos já posto etíopes ou rapaziada do Chade a dirigir quase todos os países do mundo, mas, como sabem, tirando a contribuição para a construção de um vosso perfil mais humanista e sensível, essa solução não serve para mais nada! Por isso vejam lá se despem esses fatos com que vos vejo há 30 anos!

 

O segundo conceito, que se tem vindo a tornar cada vez mais banal ao ponto de qualquer dia a política ser a arte do vazio é o do "candidato do sistema". É um rótulo que já extrapolou a política, tendo chegado à bola, mas nem por isso deixa de ser uma tremenda falácia, embora colha cada vez mais simpatias.

Ser-se político, ser-se do "sistema", deveria ser um elogio e não uma arma de arremesso ou um telhado de vidro. Não se devia generalizar, com base no comportamento daqueles que da política retiram dividendos pessoais, abusam do poder ou que da política descartam quaisquer responsabilidades que não sejam louros, ao ponto de transformar o "ser-se político" numa pedra no currículo. Sob pena de um dia destes podermos apenas contar com pára-quedistas apanhados em qualquer esquina e empurrados, justamente por aqueles que se encontram perversamente nas máquinas partidárias e que importa combater.

Fernando Nobre tentou atirar com esta pedra a Chico Lopes. Chico Lopes tentou atirar-lhe com a pedra de volta. Mas nem um, nem outro, foi capaz de pensar que era ao expoente máximo da política que se estavam a candidatar e que, só por isso, lhe deviam algum respeito.

 

Faz, de facto, falta que alguém com tomates e mãos limpas - ah que imagem bonita! - possa dar um murro na mesa e afirmar com convicção que é político, tem um percurso reconhecido e que não está ali para papar grupos!

 

PS - relativamente ao resultado concordo com o Pedro Correia: ganhou Nobre.


publicado por João Maria Condeixa às 11:29
link do post | Please be gentle | (1)

Domingo, 21 de Novembro de 2010
por João Maria Condeixa, em 21/11/10

 

Fui ontem à manif do PCP Anti-NATO na esperança de ganhar um World Press Photo Award baseado naquela ideia de Robert Capa "if a picture is not good enough, you weren't close enough", o que demonstra muito da minha qualidade enquanto fotógrafo que vive à espera que lhe apareça um morteiro à frente da objectiva, já que não tem técnica para mais. Mas não tive essa sorte.

 

Portugal não é capaz de atrair investimento estrangeiro, nem arruaceiros de outras paragens - simplesmente não há quem nos ligue! - pelo que me vi obrigado a fotografar a escassa "prata da casa": quase vinte e dois anarquistas e meio que não se pouparam em trajes e pinturas, mas que, alérgicos a bastonadas na espinha, jamais tentaram a "desobediência civil" que treinam nus diariamente frente ao espelho à saída do banho. Uns meninos, portanto, que hipotecaram o meu prémio.

 

E o pior é que para além deles não havia mais ninguém. Tirando aquela malta de esquerda que parecendo os marchantes de Santo António em dia de ensaio geral, se manifestavam contra tudo e contra todos usando a NATO como artificio. Havia-os para todos os gostos: manifestantes contra touradas que a NATO patrocina, seres estéricos que, avenida acima, avenida abaixo, culpabilizavam a NATO pela cauda cor-de-rosa que lhes saía das calças, mulheres contra o tráfico de outras mulheres, que como é sabido, mundialmente, é culpa directa da NATO. E sindicatos, muitos sindicatos da CGTP, que apelavam à greve geral, presumo eu, contra a NATO, essa instituição capitalista de má índole e mais-não-sei-o-quê que a constituição não permite.

 

E todos eles gritavam palavras de ordem com imenso sentido. Provas? Deixo-vos a fotografia lá em cima. Todos nós sabemos que se não fosse pela guerra, o Sul de Portugal, nomeadamente o Algarve, tinha todas as condições para o Turismo. Valha-nos sindicatos destes que não dormem um segundo que seja e que lutam tanto por nós! Um dia Albufeira viverá em paz, reerguer-se-á dos escombros e os portugueses poderão vendê-la aos ingleses.

 

Depois de ontem fiquei com a certeza que há figurantes profissionais que vão ao programa do Goucha e depois há estes.


publicado por João Maria Condeixa às 13:57
link do post | Please be gentle | (5)

Quarta-feira, 25 de Agosto de 2010
por João Maria Condeixa, em 25/8/10

Os nossos espiões têm mais exposição que o candidato dos Comunistas a Belém.


publicado por João Maria Condeixa às 11:08
link do post | Please be gentle

por João Maria Condeixa, em 25/8/10

Dão-se alvíssaras a quem conseguir arrancar o nome deste senhor de um qualquer militante do PCP no Alentejo. Ou na Beira Baixa. Ou no Algarve. Ou na Beira Interior. Ou até mesmo fora do PCP.


publicado por João Maria Condeixa às 09:15
link do post | Please be gentle | (1)


Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Contra o imperialismo na ...

BE e PCP: enTrichetrados ...

Na ressaca das legislativ...

Coisas que me divertem..

Para os que acabam as pre...

Nobre e Lopes: dois conce...

Manifs com sentido....

O PCP devia contratar San...

Apostar forte

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds