Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 28/2/11

 ..e eu do post anterior só errei cinco categorias. Não se pode dizer que 50% de apostas certeiras seja um mau resultado!


publicado por João Maria Condeixa às 09:53
link do post | Please be gentle

Domingo, 27 de Fevereiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 27/2/11

 

Director de Arte: The King's Speech - Eve Stewart (Production Design); Judy Farr (Set Decoration)

Melhor banda sonora: The King's Speech - Alexandre Desplat

Melhor Filme Estrangeiro: Biutiful - México

Melhor Realizador: The King's Speech - Tom Hooper (vence por um nariz a Darren Aronofsky- Black Swan)

Fotografia: The King's Speech - Danny Cohen

Melhor Actriz Secundária: Melissa Leo - The Fighter

Melhor Actor Secundário: Christian Bale - The Fighter

Melhor Actriz: Natalie Portman, claro! - Black Swan

Melhor Actor: Colin Firth - The King's Speech

Melhor Filme: Black Swan - Mike Medavoy, Brian Oliver and Scott Franklin


publicado por João Maria Condeixa às 23:33
link do post | Please be gentle | (3)

Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 25/2/11

Ó pra mim a concordar com o Jugular!


publicado por João Maria Condeixa às 12:09
link do post | Please be gentle

Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 7/2/11

Esqueçam a parte do bailado em Black Swan. O que ali é espelhado - sim, espelhado é realmente o melhor termo - é a automutilação, um fenómeno pouco falado e extremamente escondido da sociedade, em que a busca de eliminar o "eu" que vêem nos espelhos, para atingir um outro, que consideram mais perfeito, mas que, ao contrário do filme, jamais verão reflectido, obriga a pequenas punições e castigos que aliviam os "erros" cometidos.

 

Não fosse este o tema subliminar e Black Swan seria mais um filme sobre a insatisfação humana, a busca da perfeição e, nalguns casos, a consequente autodestruição.

Natalie Portman, brilhantemente, despe no filme e do seu percurso, um cisne branco para chegar à sua meta, o cisne negro. Na película isso custou-lhe a vida. Cá fora valer-lhe-á um óscar!


publicado por João Maria Condeixa às 11:55
link do post | Please be gentle | (6)

Domingo, 30 de Janeiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 30/1/11

Biutiful é mesmo isso, uma obra-prima sobre algo extraordinário e belo, mas tão repleto de erros que nos chega a parecer grotesco: a existência humana. E mais não digo senão estrago. Vou ali acabar de o digerir..


publicado por João Maria Condeixa às 22:07
link do post | Please be gentle

Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 17/1/11

Natalie Portman arrecadou o globo de ouro para melhor actriz em Black Swan. O filme já tinha o título e a actriz e agora recebe os galardões. É bom que no final - isto é, quando eu o for ver - corresponda.

PS - Nunca perder uma oportunidade para colocar uma foto de uma mulher bonita no blogue. Esta devia ser uma regra básica da blogosfera. Fica-lhes tão bem...


publicado por João Maria Condeixa às 10:36
link do post | Please be gentle | (10)

Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010
por João Maria Condeixa, em 12/8/10

Veja o trailer, repita para si dez vezes que não gosta de filmes argentinos, desconfie da recomendação que aqui lhe deixo, mas teime e vá na mesma ver o filme. Depois volte a passar por aqui a agradecer e a deixar dez euros pelo serviço prestado. Não aceitamos cheques e muito menos agradecimentos pendurados nas pernas.

 

Se mesmo depois destas linhas achar por bem não ir ver o filme, nada tema: a Paris Hilton continua à procura de amigos. Juan José Campanella não fez uma obra-prima para a gastar em pessoas assim.


publicado por João Maria Condeixa às 09:15
link do post | Please be gentle | (4)

Segunda-feira, 5 de Abril de 2010
por João Maria Condeixa, em 5/4/10

 

Perdoem-me só agora ter visto este filme. Perdoem-me ter gostado e perdoem-me ter pensado, de imediato, no que diriam sobre Cuba e o regime de Fidel, os defensores de esquerda das minorias no filme representadas. Perdoem-me acreditar nestas patranhas do panfletário Hollywood capitalista e perdoem-me não compreender como podem, ainda hoje, ser defendidos, cegamente, regimes como o de Cuba ou da Coreia do Norte por gente nova, instruída e apelidada de inteligente.


publicado por João Maria Condeixa às 22:57
link do post | Please be gentle | (3)

Domingo, 21 de Fevereiro de 2010
por João Maria Condeixa, em 21/2/10

 

 

Os enredos podem ser secundários se o sentido estético do realizador se sobrepuser. Em "A Single Man" a beleza de cada frame e o bom gosto que ali impera atira para longe o argumento que sustenta o filme. E não fosse tudo passar-se numa relação homossexual e jamais nos focaríamos na história, pois além de se tornar banal, o casal hetero não teria a força - se quiserem, do choque - para sobreviver à magnífica estética da película. Tudo no filme foi tocado por Afrodite: a madeira interior do Mercedes-Benz, os fatos e as camisas, os olhos de Julianne Moore pintados em grande plano, o lábio desconhecido que num sorriso envergonhado se dobra, o fumo que escapa a quem, inconscientemente, o trava, a casa onde, como diria Adolf Loos, o "ornamento é um crime", as flutuações de cor, tudo... Óscar existisse pelo bom gosto e estaria garantido. Recomenda-se.


publicado por João Maria Condeixa às 02:14
link do post | Please be gentle

Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2010
por João Maria Condeixa, em 3/2/10

 

Não fosse pela primeira parte do filme (sim, porque eu vi o filme com intervalo, sem pipocas e sem gente de perfume patchouli ao lado) e estaríamos perante um Karate-Kid com músicas foleiras pelo meio, em que o herói da película passa três quartos de filme a apanhar na boca para no quarto final dar a volta por cima (se de futebol se tratasse teriam dado uma volta de 360º) e sair em ombros pela porta grande!

 

Felizmente temos a primeira parte em que o génio de Mandela é enaltecido com a maior das naturalidades. Pena tenho que José Sócrates não veja o filme para dele retirar uns exemplos. Pode parecer triste, admito que pode até parecer assustador, mas lembrei-me logo de JS  e de 5 ou 10 atitudes diferentes que teria, quando Nelson Mandela reage com um calmo "É uma pergunta legítima!" à notícia que fazia manchete dos jornais no dia da sua vitória: "Sabe ganhar eleições, mas saberá governar?"

 

Mas do filme tira-se muito pouco para além de Mandela  e de um Freeman (como não podia deixar de ser) que de tão bom actor, me obrigou repetidamente a lembrar que aquele à minha frente não era o original.

Classificação: a ver por casa.


publicado por João Maria Condeixa às 00:40
link do post | Please be gentle | (1)

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010
por João Maria Condeixa, em 28/1/10

 

Cheguei agora do cinema. De um festival de cinema Alemão que tem lugar no S. Jorge. Julguei que ia ver outro Schindler e que isso me iria parecer mal. Mas não, há espaço para mais do que um, tal como na história houve espaço para mais do que um. Mais tivessem existido!

 John Rabe é uma história verídica e é um bom filme. Recomenda-se...


publicado por João Maria Condeixa às 01:05
link do post | Please be gentle


Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Ganhou! Who else..

Óscares: vamos a apostas?

Momentos raros

O tema de Black Swan

Simplesmente extraordinár...

Beautiful and talented

El secreto de sus ojos

Before Night Falls

Um filme singular

A Freeman just like Mande...

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds