Segunda-feira, 21 de Novembro de 2011
por João Maria Condeixa, em 21/11/11

 

Onde é que se puxa a tomada a um blogue? Onde é que ele está ligado para o eutanasiarmos?

 

Tem sido esta a pergunta insistente que tenho feito à cobarde atitude de manter algo que não é actualizado e que já só serve para acumular pó.

Tem sido difícil encontrar 10 minutos que seja para passar por aqui. Hoje leio mais do que escrevo. Mas tem sido mais difícil arranjar a vontade. E os blogues vivem dessa atitude voluntária - do latim "volunta", vontade - que cada autor dispensa para que a coisa se vá mantendo viva. Ora a minha vontade advém da necessidade de fazer algo diferente daquilo que me ocupa os dias. E se os meus dias estão ocupados com o que aqui me trazia, então há que encontrar um outro escape, a bem da sanidade mental. Acho que é a isso que chamam hobby.

 

Os meus hobbies são sempre uma espécie de algo que quero fazer quando for grande: mantêm-me por isso imberbe e sonhador q.b. mas também por isso me roubam muito tempo.

Manter um blogue sozinho é difícil. Mantê-lo por obrigação é penoso. A República do Cáustico entra assim num período de suspensão. Até que um dia destes haja mais fôlego.

 

Por agora vou ali ver o que há para pintar. Um dia vou ser pintor!

 

PS - faço-o no dia seguinte ao PSOE perder as eleições em Espanha, o que deixa alguns a vaticinar sobre o fim do modelo socialista. Desenganem-se. Não julguem que o socialismo deixou de ter fãs. Apenas deixou de ter fundos para os poder iludir..


publicado por João Maria Condeixa às 09:45
link do post | Please be gentle | (11)

Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011
por João Maria Condeixa, em 24/8/11

Este blogue quebrou a barreira dos 1000 comentários. Tem comentaristas de circunstância, outros residentes, uns que se identificam - a quem dou primazia - e outros que se mantêm no anonimato como um velho rebarbado numa casa de peep-show.

 

Além destes, há ainda aqueles - e  são uma grande maioria - que em vez de escrever aqui, onde faz mais sentido e onde há mais espaço para o efeito, preferem o acesso fácil do facebook.  Para uns ou para outros esta República não estabeleceu previamente critérios de resposta, resultando do meu próprio interesse, disponibilidade e "azeites" o momento do contraditório. E sim, sabe bem não ter regras para o efeito e poder-me marimbar para isso.

 

Mas apesar de não viver refém de comentários a verdade é que se não fossem eles a piada não era a mesma. Claro que se os quisesse assim tanto, sempre podia escrever sobre bola ao final de cada jornada, dando marteladas no árbitro, ou sobre moda. A moda agora está na moda! Ou metia uma cassete recalcada e com uma única faixa de azedume contra tudo e contra todos e a coisa seguia por esse caminho. Mas não quero! Por isso mantenham-se em contacto e vão escrevendo, sff, que a gerência agradece e a República ganha interesse. 


publicado por João Maria Condeixa às 12:20
link do post | Please be gentle | (5)

Segunda-feira, 22 de Agosto de 2011
por João Maria Condeixa, em 22/8/11

 

 

Podem estranhar - podem até dizer que é uma coisa forçada e brejeira - que estando Agosto a terminar só agora recorra a este título. Podem dizer que é uma espécie de Quim Barreirice fora de tempo e despropositada e que por isso cheira mal. Mas o que vos digo é que se fui buscar esta frase é porque ela estava na capa de uma nova revista em que tropecei e que agora vos quero recomendar - tropeçar é mesmo piada, pois se vissem a ginástica que tive de fazer para a tirar da terceira prateleira lá no alto donde ela estava iriam perceber que, não só devo uns milimetros ao Michael Jordan, como as papelarias das nossas praças não percebem puto de estratégia de venda, mas enfim -.

O importante a reter é que a coisa tem pinta, chama-se The Printed Blog, está cheia de bloggers por todo o lado e que a avaliar por este nº1 não se perde mesmo nada em acompanhar.


publicado por João Maria Condeixa às 22:20
link do post | Please be gentle | (1)

Quarta-feira, 29 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 29/6/11

Este blogue é capaz de abrandar nos próximos dias para que outras responsabilidades ganhem balanço. Mas a postagem não fica por aqui, vos garanto.


publicado por João Maria Condeixa às 21:54
link do post | Please be gentle | (2)

Quinta-feira, 16 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 16/6/11

Leiam a carta de Sócrates a Segoléne Royal que vale muito a pena.


publicado por João Maria Condeixa às 15:22
link do post | Please be gentle | (1)

Quarta-feira, 8 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 8/6/11

Uma excelente pergunta do Pedro Correia:

 

Se não é possível acumular as funções de secretário-geral do PS com as presidente da câmara de Lisboa, como será possível acumular as funções de secretário-geral do PS com as de primeiro-ministro?

 


publicado por João Maria Condeixa às 22:34
link do post | Please be gentle | (2)

por João Maria Condeixa, em 8/6/11

Obrigado pela importância que atribuis a este blog, mas julgo que é desmesurada, Vasco. Estou longe de com um post colocar em perigo a vida de um governo ou fragilizar uma negociação. E acho até que a grande maioria da blogosfera também não tem esse poder, embora pense o contrário, mas adiante:

 

Com este post não fico ao mesmo nível de Ana Gomes. O meu post tem sentido de humor, coisa que a senhora não tem e deveria ter. O meu post não insinua nada sobre o seu percurso profissional, capacidades políticas ou aparência física. Versa apenas sobre o seu feitio, coisa que é manifestamente pública - julgo que ela também faz questão que assim seja -  e até depreciada internamente dentro do seio socialista. O meu post em nada belisca o PS, a esquerda ou outra força que esteja desejosa de encontrar motivos para derrubar o governo que ainda nem posse tomou. Mas ainda que o meu post tivesse conteúdo nesse sentido, lamento informar, mas este é um blogue pessoal, escrito por alguém que, por acaso, para além de ser de direita, também é filiado no CDS. Qualquer letra aqui publicada não vincula em nada o partido que subscrevo nem a minha acção dentro do mesmo.

 

Acho é que antes de me responsabilizares a mim, devias olhar para o lado, pois há quem tenha uma intervenção bem mais importante e influente que a minha, mas nem por isso tenha perdido o sentido de humor e a liberdade para, com espírito crítico e sem temer todas e quaisquer consequências, fazer uma coisa do género.

 

Por isso, calma, Vasco! A única que aqui se pode sentir beliscada é a minha mãe que, coitada, nada tem a ver com estes meios político-blogosféricos.


publicado por João Maria Condeixa às 20:59
link do post | Please be gentle | (3)

Segunda-feira, 30 de Maio de 2011
por João Maria Condeixa, em 30/5/11
Na semana em que este blogue rompe a barreira dos 110 000 pageviews com uma média diária de 1400 visitas, o vídeo PÓSTROIKA ultrapassa as 100 000. É uma coincidência simpática!
Mas fora de simpatias: será possível que o PÓSTROIKA chegue às 180 000 antes de dia 5 de Junho? PARTILHE e volte a PARTILHAR! Há que tentar..

publicado por João Maria Condeixa às 10:26
link do post | Please be gentle | (1)

Domingo, 29 de Maio de 2011
por João Maria Condeixa, em 29/5/11

Recomendo que leiam esta declaração de voto. Não por estarmos em período de campanha e por achar que isso pode beneficiar o partido que apoio, mas por, honestamente, considerar que é um exemplo de uma lógica descomplexada que muita falta faz a Portugal.

 

Recomendo-a, embora não concorde a 100% com ela e com a visão que ela tem para o Estado e para o país, mas por ser também isso um sinal do que se passa no meu próprio partido, ao, felizmente, se ter tornado mais abragente, menos confessional e redutor: não é preciso estarmos 100% de acordo com um partido para nele militarmos. Muito menos para nele votarmos.


publicado por João Maria Condeixa às 19:00
link do post | Please be gentle | (3)

Segunda-feira, 16 de Maio de 2011
por João Maria Condeixa, em 16/5/11

E como ontem era domingo e nem estava bom tempo nem nada, lá me fui enfiar noutra blogconf. Desta vez com Pedro Passos Coelho na vez de candidato a PM a responder às perguntas (in)cómodas da rapaziada da blogosfera. Isto é sempre assim: somos uns rebeldes na blogosfera, mas uns anjinhos no frente-a-frente.

 

Acredito que José Sócrates ainda esteja a resolver os problemas técnicos da última que, se bem se lembram, acabou por não passar em directo. Esta, pelo que ouvi dizer, passou, o que era já de si um argumento aproveitável por PPC para atirar à cara do opositor, mas talvez não o tenha feito com medo que Catroga classificasse o assunto como "menor". Mas vamos ao que interessa e ao que me deixou intrigado na resposta que recebi:

 

O PSD pretende que um mesmo ministro - sem fusão de ministérios - tenha sob sua tutela directa as pastas da Agricultura, Pescas, Ordenamento e Ambiente. E um dos argumentos usados foi que assuntos conflituantes - o exemplo do Ambiente vs Agricultura não foi mal dado, pois de facto existe e é muitas vezes um grande entrave para qualquer das partes - poderiam passar assim a ser resolvidos por uma só pessoa. 

Ora vamos ao erros que encontro nesta lógica:

 

1) Com um Ministro a acumular funções, sem que exista uma fusão em concreto, pouco ou nada se poupa, pois o grosso da despesa continua a existir. Assim, sobrecarregou-se uma pessoa, um gabinete, mas em termos de ministérios tudo se manteve. Lá se foi o argumento da poupança.

 

2) Com um mesmo Ministro a gerir assuntos que entrem em conflito teremos sempre uma parte prejudicada, pois no Conselho de Ministros há espaço para a negociação e um Ministro pode encontrar o seu contrapoder. Mas se a decisão lhe cabe exclusivamente a si, isso não acontecerá e temo que saia, tendencialmente, um sector beneficiado, nem que seja por empatia, em detrimento de outro.

 

3) Qualquer um dos sectores tem especificidades únicas. Se nunca entendi porque raio se colocam as "Pescas" no Ministério de Agricultura não seria agora que entenderia que fossem agrupadas neste cluster ministerial junto com o ambiente e ordenamento do território. Alguém ficará esquecido.

 

4) Um Ministro da agricultura tem a seu cargo complicadas negociações a nível europeu e deverá acautelar as respectivas execuções. No momento em que se prova o atraso que o PRODER leva e o que isso tem custado ao tecido agrícola, sobrecarregar um Ministro não me parece a decisão mais acertada.

 

5) Por último e o ponto que interessa só a Sócrates: quem tomará conta das ventoinhas que fazem tão bem ao ambiente?

 

Obrigado ao Afonso pelo convite e ao Cachimbo de Magritte, Portugal dos Pequeninos, Adeus Lenine, Albergue Espanhol, O Diplomata, Miss Pearls e Corta-fitas pela companhia.


publicado por João Maria Condeixa às 14:20
link do post | Please be gentle | (4)

Terça-feira, 10 de Maio de 2011
por João Maria Condeixa, em 10/5/11

Vai-se a ver e um destes dias ainda nos diz que sempre quis governar com o FMI. Um vídeo da Rua Direita


publicado por João Maria Condeixa às 18:29
link do post | Please be gentle | (1)

Terça-feira, 3 de Maio de 2011
por João Maria Condeixa, em 3/5/11

Em dia de estreia, aqui fica a rua por onde também vou andar até dia 5 de Junho. É uma rua bem frequentada, de gente que sabe o que quer e que por isso discute para além da espuma dos dias e do "tempo que faz hoje". Política e não politiquices, nem partidarites!

 


publicado por João Maria Condeixa às 11:23
link do post | Please be gentle

Segunda-feira, 28 de Março de 2011
por João Maria Condeixa, em 28/3/11

O Marco Moreira avançou com um novo blogue: Ortodoxia. Ide lá ver, mas depois voltai, sff..


publicado por João Maria Condeixa às 12:07
link do post | Please be gentle | (2)

Quinta-feira, 24 de Março de 2011
por João Maria Condeixa, em 24/3/11

Ide ler as 8 notas que o Adolfo Mesquita Nunes deixou sobre a rejeição do PEC:

8. Claro que os partidos têm também alguma responsabilidade na crise política, a começar pelo próprio PS, incapaz de se autonomizar de um Primeiro-Ministro em roda livre. Mas só o Governo tem responsabilidade no endividamento e no descalabro das contas públicas.


publicado por João Maria Condeixa às 10:15
link do post | Please be gentle

Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 25/2/11

Ó pra mim a concordar com o Jugular!


publicado por João Maria Condeixa às 12:09
link do post | Please be gentle


Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Pulling the plug and full...

Mil comentários, mil opin...

Entrou Agosto

Baixo rendimento de posta

Francês Técnico

O que chove lá fora...

Calma, Vasco

100 000 views

Declarações de voto

O cluster ministerial do ...

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds