Quarta-feira, 11 de Maio de 2011
por João Maria Condeixa, em 11/5/11

 

Esta é a primeira Motion Graphics 100% Portuguesa sobre política. Espero que gostem. Vejam. Partilhem. Agitem, pois o momento merece!

 

PS - anda uma pessoa a trabalhar dois meses num vídeo para vir Catroga dizer "pintelhos" em directo na TV e abafar tudo num segundo. Mundo injusto!

PS II - será que vamos ter um pêlo púbico como capa de jornal?


publicado por João Maria Condeixa às 22:12
link do post | Please be gentle | (15)

Quinta-feira, 17 de Março de 2011
por João Maria Condeixa, em 17/3/11

É óbvio que Sócrates quer que o governo caia. Este é provavelmente o último momento para Sócrates se propôr a eleições e ainda conseguir ganhar. Mais tarde, depois do PSD ter consolidado o seu projecto e ter descolado em intenções de voto do PS, será muito mais dificil a Sócrates arregimentar forças para derrotar a direita. Para já, mesmo à esquerda que dele discorda, ainda consegue capitalizar votos. Mais tarde, depois de apertar ainda mais o cerco e de ir tropeçando nas trapalhadas e na pressão que desgasta todos, será impossível fazê-lo.

 

Daí que ter sacudido as SCUTS para o PSD, o ter encurralado entre os aplausos da UE e o esforço desmedido do governo calimero e não ter avisado nenhuma das partes para negociação, nem sequer ter dado um telefonema ao PR, faça, obviamente, tudo parte de uma estratégia para irmos a eleições. E quando o bloco central quer - e neste momento quere-o - não há nada mais a fazer. É uma questão de tempo. A crise política está aí e foi lançada pelo PS. Mas com um propósito de salvação próprio.


publicado por João Maria Condeixa às 16:03
link do post | Please be gentle | (1)

Quarta-feira, 16 de Março de 2011
por João Maria Condeixa, em 16/3/11

Se o país se precipitar em eleições antecipadas, o cenário mais provável será uma concentração de votos ao centro, uma vez que nem Passos Coelho, nem Sócrates, têm a coisa assegurada à partida. Perante isto o eleitorado tende a reagir com o voto  útil alimentando o bloco central, precisamente, um dos factores que nos trouxe até aqui. Este país não aprende e pelos vistos a manif de Sábado poderá ter valido de pouco.

 


publicado por João Maria Condeixa às 14:44
link do post | Please be gentle | (2)

Terça-feira, 10 de Agosto de 2010
por João Maria Condeixa, em 10/8/10

Foi por via deste post do João Carvalho no Delito de Opinião, que cheguei à mais recente novidade socialista: ninguém sabe ao certo quantas fundações existem e que montante sorvem do Estado!

 

O rigor das finanças - normalmente braço armado de qualquer governação socialista - em ir buscar ao contribuinte aquilo que lhe é devido por usurpação fiscal, não condiz com a displicência e desleixo em controlar e cuidar daquilo que amealhou. Pode parecer anedótico, mas não é. É grave!

 

Por outras palavras, o Estado Socialista não se importa muito em saber com quem e onde gasta, pois tem sempre o contribuinte que lhe ampara os golpes sem que ninguém lhe peça satisfações.

 

Um Estado assim não cresce, não melhora, nem se torna eficiente. E, generalizando, alimenta uma trupe que percebeu que a forma mais fácil de ganhar dinheiro, fazendo pouco e sem responsabilidades, é longe da política depois de por lá ter passado. Esse compadrio, conhece-se e vive em grande parte a alimentar-se dos resquícios, contactos e heranças do bloco central. É tempo das suas actividades serem auditadas.


publicado por João Maria Condeixa às 15:55
link do post | Please be gentle | (1)

Sexta-feira, 11 de Junho de 2010
por João Maria Condeixa, em 11/6/10

Acabei de desligar o telefone a um atleta que se encontrava em estágio para o fórum TSF. Bem, se era não era, pelo menos pareceu-me. De voz irritada e nervosa com a vida, a pessoa com que tive de falar por questões profissionais, metralhou um discurso cronometrado, cheio de casos práticos e lugares comuns como só a TSF sabe imitir. Obviamente que o descontentamento com a classe política, em geral, imperou e não houve um único líder a ser poupado. Varreu todos, muito embora a pontaria estivesse afinada para José Sócrates, Cavaco Silva e "aquele novinho recém-chegado mas que é mais do mesmo" Passos Coelho.

 

De Sócrates, queixou-se de ter votado nele e de ter sido presenteado com um chorrilho de mentiras e uma subida de impostos. De Cavaco, queixou-se de ter votado nele e até agora este nada ter feito para resolver a crise em que nos encontramos. De Passos Coelho não se queixou muito, mas enfiou-o no mesmo saco dos outros, gozou com o tango e o PEC e não lhe deu crédito no futuro. Ainda assim quase que aposto que vai votar nele. Deve ser para se vir queixar outra vez a mim...Fosse eu tão português quanto ele e diria que era o fado!

 


publicado por João Maria Condeixa às 14:12
link do post | Please be gentle


Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

PÓSTROIKA

O jogo de Sócrates: o últ...

De volta ao centrão..

That's what friends (and ...

A bipolarização é um fado

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds