Quarta-feira, 10 de Agosto de 2011
por João Maria Condeixa, em 10/8/11

Substituam as lojas por árvores, os vândalos por pirómanos contratados, o betão pela floresta e digam lá se Portugal não sofre do mesmo mal a cada Verão que passa. Lá agravam a situação de todos pilhando as coisas dos outros. Cá agravam a situação de todos pegando fogo àquilo que também é seu.


publicado por João Maria Condeixa às 10:23
link do post | Please be gentle | (9)

Quarta-feira, 15 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 15/6/11

Adensa-se a suspeita de que Sónia Brasão tinha um multibanco em casa..


publicado por João Maria Condeixa às 15:50
link do post | Please be gentle | (1)

por João Maria Condeixa, em 15/6/11

Andava eu na faculdade e Portugal nos primórdios da reciclagem quando num dia como outro qualquer fui enxovalhado por não saber fazer, tão bem quanto um chimpanzé que entretanto viria a aparecer nos anúncios televisivos, a separação das embalagens. Fui gozado, rotulado de retrógrado, irresponsável e criticado pela minha falta de pontualidade - nunca percebi esta parte da crítica. Será que a malta da Quercus é de uma pontualidade britânica? -.

 

Mas a verdade é que passado uns tempos lá lhes fui esfregar na fronha um jornal que dizia que a minha resistência à separação das embalagens não tinha sido tão ridícula quanto isso, já que o município em questão não estava preparado - por um problema burrocrático, embora tivesse contentores às corezinhas - para tratar o lixo separadamente. Ou seja, eles separavam aquilo que a Câmara fazia questão de juntar, antes de processar.

 

Eu, entretanto, fui corrigindo o meu pecado - embora admita que ainda me falta muito para ser um homem verde perfeito -, mas Portugal nem por isso. Continua, por problemas burocráticos, por indisponibilidade financeira ou porque fica bem para o momento eleitoral ou parece moderno, a pôr o carro à frente dos bois. Quantos projectos não sofrem do mesmo mal que este caso que vos mostrei?

 

Olhem para o exemplo do sangue que nos habituámos - e bem! - a dar e recolher, e que o Estado, por mero empecilho burrocrático seu - que dura há 10 anos! - não consegue separar e aproveitar. Gastam-se recursos na sensibilização e na recolha, mói-se a paciência a toda a gente, aflige-se meio mundo com um propósito benemérito de salvar a vida humana, mas depois, quando se passa a bola ao Estado, ele adormece de frente para a baliza escancarada.

 

Importam-se de ir ver se por igual burrocracia não acontece o mesmo aos órgãos doados?


publicado por João Maria Condeixa às 10:00
link do post | Please be gentle | (1)

Quarta-feira, 8 de Junho de 2011

A menopausa deve ser tramada. Lembro-me que avariou por completo o termóstato à minha mãe. Podia estar um frio de rachar, os nossos dentes a bater castanholas, neves siberianas a atravessar a casa e o vento Norte a respirar calotes polares que ela se virava para nós, já Yetis latinos, e dizia: Meninos, abram as janelas que está aqui um calor que não se aguenta! - e "trás", lá sacava do leque que a partir dali se tornara um adereço imprescindível à sensualidade feminina.

 

Mas nem por isso se tornou carrancuda, mal humorada e histérica. Não ficou com os nervos à flor da pele, nem sempre cheia de vontade de enfiar as suas frustrações pela goela daquele que lhe estivesse mais à mão. Nunca. Aliás, como em todos os seus percursos na vida, manteve sempre um sorriso e uma gargalhada, exemplo que tento seguir.

 

Mas a menopausa não deve bater em todas da mesma maneira.  Veja-se o exemplo de Ana Gomes. Como fala e age de há uns anos para cá, ficamos com a ideia que atravessa a menopausa mais longa de que a humanidade tem memória, coitada. É só raiva, mau génio e bílis que lhe sai da boca. Ataca o líder do seu próprio partido, ralha - adora ralhar - com os seus colegas socialistas, vocifera contra a oposição e ainda mete o Strauss-Kahn ao barulho.

 

É má publicidade para o sexo feminino. Uma espécie de sogra da nação que com tão mau feitio retrai qualquer libido, interesse ou desejo de casar no sexo masculino só deste pensar que a mulher que quer para a vida pode muito bem ficar assim. É de arrepiar caminho!

 

Ana Gomes faz mais contra o casamento e a natalidade que o fim das cerimónias de Santo António ou do abono de família o que é péssimo para a sustentabilidade da segurança social. E quanto à imagem externa, por favor, caros eurodeputados dos restantes países, as nossas mulheres não são todas assim. Também as temos simpáticas.


publicado por João Maria Condeixa às 09:10
link do post | Please be gentle | (5)

Segunda-feira, 30 de Maio de 2011
por João Maria Condeixa, em 30/5/11

O biqueiro do Marco do Big Brother na outra em directo para a TV não coloca em prisão preventiva a TVI e 3/4 da população portuguesa que vibrou com a cena?


publicado por João Maria Condeixa às 15:28
link do post | Please be gentle | (1)

Quinta-feira, 21 de Abril de 2011
por João Maria Condeixa, em 21/4/11

 

Se a troika soubesse quem é o Telmo do Big Brother, quem foi Basílio Horta que "como democrata-cristão que é, está bem é no PS", quem foi Otelo Saraiva de Carvalho que agora diz que "precisávamos de um homem com a inteligência de Salazar", perceberia que a tolerância de ponto para esta quinta é menor dos nossos problemas. Nós precisamos é de umas análises à água.


publicado por João Maria Condeixa às 12:18
link do post | Please be gentle | (1)

Terça-feira, 19 de Abril de 2011
por João Maria Condeixa, em 19/4/11

Sócrates fez uma lobotomia em pequeno.


publicado por João Maria Condeixa às 17:54
link do post | Please be gentle | (2)

Terça-feira, 5 de Abril de 2011
por João Maria Condeixa, em 5/4/11

Os portugueses gostam de enganar o Estado, sobretudo quando for ele próprio a pedi-lo, para poder depois enganá-los a eles. Eu explico tamanha complexidade: ao formular uma pergunta daquela forma sobre os recibos verdes, o Estado está a pedir aos portugueses que respondam ocultando a verdade, considerando legal aquilo que é ilegal, para depois poder ser ele a ocultar a verdade nas estatísticas e pintar uma realidade bem mais risonha. É, pois, uma espécie de peneira comum e colectiva para a qual todos contribuímos para tapar o Sol. É o português no seu melhor.


publicado por João Maria Condeixa às 16:38
link do post | Please be gentle | (3)

por João Maria Condeixa, em 5/4/11

Os portugueses são uns beatos conservadores de dia, uns progressistas de pacotilha à noite e uns hipócritas a toda a hora. Só isso explica que apesar de orgulhosamente termos sido dos pioneiros na aprovação do casamento gay tenhamos agora reservas e pudismos "politicamente correctos" quanto à invasão da esfera privada de um casal gay ou heterossexual unido de facto, mas nenhuns se a esfera já for de um casal tradicional.

À pergunta "com quem dormiu no sofá a noite passada?" todos deverão responder à excepção do senhor gay aí ao fundo e a menina lésbica da primeira fila. Todos os outros façam favor de apresentar declarações o mais exaustivas possível.

 

(continua...)


publicado por João Maria Condeixa às 16:28
link do post | Please be gentle

por João Maria Condeixa, em 5/4/11

 

Apesar de ainda não ter preenchido o Censos - talvez o faça esta semana junto com o totobola - já me apercebi que aquilo está de tal maneira bem feito que ainda antes de apurados os resultados ou respondidas as questões, já é possível caracterizar a sociedade portuguesa. Vamos a isto:

 

Os portugueses são doidos por inquéritos e a coscuvilhice pegada. Só isso explica tamanha boa vontade e dedicação no preenchimento dos formulários, quando noutra qualquer situação deixariam tudo para o último dia. Gostam de saber tudo sobre a vida dos outros e a possibilidade de comentar a típica família portuguesa - mesmo que não a conheçam - é qualquer coisa que os delicia. Para isso até estão dispostos a contar tudo sobre a sua, ao ponto de entupir o site do censos, o que de si é revelador de uma extraordinária apetência pelas novas tecnologias!

 

(continua...)


publicado por João Maria Condeixa às 16:05
link do post | Please be gentle

Domingo, 27 de Março de 2011
por João Maria Condeixa, em 27/3/11

Não sei o que é pior: se é as pessoas não detectarem os erros ortográficos e o tom de um e-mail a ponto de desconfiarem da sua proveniência, se é, dando pela coisa, ainda assim admitirem que poderá ter vindo das finanças. Aqui fica o e-mail em causa:

 

“Caro(a) Cidadão

Encontra-se por liquidar o montante referente ao processo numero AS27183473. Pedimos que regularize a situação ou que nos forneça um contacto telefonico para quepossa-mos chegar á fala consigo.
Saiba os detalhes e referencia para pagamento do processo numero AS2718373 aqui http://www.e-financas.gov.pt/AS2718373.pdf. O não pagamento da mesma dará inicio aos mecanismos legais para boa cobrança.
Caso nao seja o portador desta dívida deverá reportar de volta para oscarmendes@min-financas.gov.pt”


publicado por João Maria Condeixa às 19:55
link do post | Please be gentle | (2)

Quarta-feira, 23 de Março de 2011
por João Maria Condeixa, em 23/3/11

Estas são notícias de hoje de Espanha:

El déficit público de Portugal, que según los datos del Gobierno de Lisboa cerró 2010 por debajo del 7%, está en riesgo de ser revisado al alza por Bruselas. La razón, que no contabiliza los gastos derivados de la nacionalización del Banco Portugués de Negocios y las aportaciones con dinero del Estado en las empresas de transporte público. Según informan los medios locales, si se suman estas partidas, el dato final podría irse al 8,2% del Producto Interior Bruto del país.

[...]

La denuncia de Bruselas trae a la memoria el caso de Grecia, que mintió a sabiendas en sus cuentas públicas para ocultar un déficit que, finalmente, fue del 15,4% en 2009. Totalmente insostenible.

É por este tipo de mentiras que atravessamos esta crise política e não pela acção ou falta de colaboração da oposição. É por este tipo de mentiras que o senhor se demitiu e não pelas palavras de Cavaco Silva. É por este tipo de mentiras que os mercados, esses que vivem da confiança, se mantêm intransigentes e a aumentar o risco. É também por este tipo de mentiras que espero que não voltem a votar no senhor.


publicado por João Maria Condeixa às 21:49
link do post | Please be gentle | (1)

Quinta-feira, 10 de Março de 2011
por João Maria Condeixa, em 10/3/11

Não podemos estar permanentemente a dizer que os portugueses estão arredados da política e que os jovens andam alheados desse mundo, para depois, quando os incitam a fazer ouvir a sua voz, virmos logo dizer que isso é incitar à desordem, ao caos e à sublevação.


publicado por João Maria Condeixa às 10:30
link do post | Please be gentle | (1)

Segunda-feira, 7 de Março de 2011
por João Maria Condeixa, em 7/3/11

Hoje a manif em Angola acabou por não o ser. Mas foi o suficiente para lembrar o Ocidente, nomeadamente Portugal - não sei se até o professor Marcelo -, que aquele país também não prima pela democracia. Faz-lhes bem refrescar a memória, não acordem um dia destes muito espantados com o sucedido, tal como acusam alguns de ter feito em relação ao Egipto e a quem, expeditamente, apontam o dedo.


publicado por João Maria Condeixa às 14:18
link do post | Please be gentle

Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 18/2/11

 

A convite do André Abrantes Amaral e da Antonieta Lopes da Costa - obrigado aos dois - vou estar hoje com o Francisco Proença de Carvalho a discutir alguns dos principais temas da actualidade:

Moções de Censura - um prenúncio de morte ou um balão de oxigénio para o governo?

Egipto - depois de 18 dias de intensos protestos, Mubarak caiu a 11 de Fevereiro. Será este acontecimento a queda do "muro de Berlim" dos países do Médio Oriente?

Ministro Rui Pereira - depois dos blindados e das eleições - com pedidos de demissão - assistimos a uma nova trapalhada com a vigilância da costa portuguesa, agora feita à base de binóculos. Deverá por isso ser Rui Pereira um dos remodeláveis, esse trunfo que Sócrates vai tentando adiar?

Pacto de Competitividade - Merkel propôs medidas controversas para a uniformização das políticas fiscais dos Estados-membro da UE. É a única receita possível ou uma machadada na soberania?

 

Hoje às 18.05h e domingo às 19.05h (redifusão) em 90.4fm Rádio Europa Lx.

 


publicado por João Maria Condeixa às 09:20
link do post | Please be gentle


Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Em Londres como cá

Pelo modus operandi

A burrocracia do Estado

Não são todas a Ana Gomes...

Prisão preventiva e o Big...

Não vá ser palheto

Notícia de última hora

Censos a censurar (3)

Censos a censurar (2)

Censos a censurar (1)

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds