Quarta-feira, 27 de Julho de 2011
por João Maria Condeixa, em 27/7/11

Envolto em trabalho, não tenho tido muito tempo para teclar. Nem sequer para comentar a recente vitória de António José Seguro. Imagino que já muito tenha sido escrito - imagino, pois nem os outros consigo ler como gostaria - mas ainda assim não podia deixar de escrever uma coisa óbvia que serve para o passado e o futuro.

 

Os anticorpos que se levantam contra carreiristas políticos, mais concretamente, contra rapaziada das jotas, são, muitas vezes, pedradas atiradas bem alto que só mais tarde caem sobre telhados que se tranformaram em vidro. Explico, mas não sem antes ressalvar que, embora o percurso faça o Homem político, nem por isso assenta a todos da mesma forma, muito menos como mácula. Mas adiante:

 

Teve a sua piada ver que aqueles que acusaram Passos Coelho de jotinha carreirista, de estratega do silêncio e de paciência calculista - ao aguardar que a sorte lhe batesse à porta, sem que desse provas noutras áreas - tenham sido os mesmos que elegeram António José Seguro para líder do partido, cujos atributos conhecidos são, segundo dizem, semelhantes.

 

Os estigmas que se colocam condicionam os nossos próprios movimentos. Daí que, para a política, como para tudo na vida, sejam de evitar, mesmo que os hábitos de alcoviteirismo e maldicência falem mais forte. Quanto mais não seja porque nos podem vir parar estilhaços às pernas..


publicado por João Maria Condeixa às 15:06
link do post | Please be gentle

3 comentários:
De Anónimo a 27 de Julho de 2011 às 18:17
Passos Coelho não foi Secretário de Estado, nem deputado europeu, nem Ministro nem lider Parlamentar nem nem desempenhou nenhum cargo executivo na politica sénior... Mas gosto de te ver de camisola laranja!


De João Maria Condeixa a 27 de Julho de 2011 às 19:37
Por acaso esqueci-me dessa vertente: a daqueles que por oposição aos outros que retrato no post o acusavam de ser totalmente inexperiente para o cargo. Realmente ser acusado de carreirista e de imberbe em simultâneo, é fantástico!:)
E o anónimo, que me trata por tu - pelo que presumo que me conheça - não tome este post como uma defesa laranja ou um ataque ao rosa, mas antes como uma advertência àqueles que se prontificam a criticar por dá cá aquela palha o percurso de putativos e legítimos líderes partidários!


De Chama-se trabalhar andar na Palestina? a 30 de Julho de 2011 às 01:17
Atão aquilo de 45% dos palestinos andarem no desemprego é aldrabice

pois se eles todos andam a trabalhar


Comentar post

Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Pulling the plug and full...

OE2012: do corte na despe...

Curto rescaldo da Madeira

Na Madeira

O fetiche do voto do betã...

A 18 cêntimos a acção (3)

A 18 cêntimos a acção (2)

A 18 cêntimos a acção

Em entrevista comparada

Alguém me explica este li...

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds