Quinta-feira, 30 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 30/6/11

Dêem uma folhinha de Excel com o cálculo dos custos de mão-de-obra aos que dizem que a redução da TSU não serve às empresas para ver se passam a perceber o que está em causa. Só para terem uma noção em quanto onera o Estado a empresa por trabalhador, antes de rejeitarem qualquer número que venha a ser avançado.

 

Isto já é antigo mas fica como exemplo:

 

A redução das contribuições para a Segurança Social em três pontos percentuais, nos trabalhadores com mais de 45 anos, permitirá às micro e pequenas empresas abrangidas (cerca de 200 mil) uma redução média anual de 331 euros por funcionário.


E se a empresa se desafogar, pode até reencaminhar esse desafogamento para o empregado, pode conseguir recrutar mais ou melhorar a sua competitividade para se manter, como se costuma dizer, na mó de cima! Têm a certeza que isto não serve a ninguém?

 

Mas como não é uma descida "gratuita", deverá ser bem acautelado o outro lado prato da balança. E é isso que está em estudo. Por isso, antes de se porem tão veemente contra - como vi ontem à noite a JAD - deixem essa rapaziada estudar, que há quem esteja concentradíssimo nesse assunto, sócios!


publicado por João Maria Condeixa às 09:30
link do post | Please be gentle

Quarta-feira, 29 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 29/6/11

Este blogue é capaz de abrandar nos próximos dias para que outras responsabilidades ganhem balanço. Mas a postagem não fica por aqui, vos garanto.


publicado por João Maria Condeixa às 21:54
link do post | Please be gentle | (2)

Segunda-feira, 27 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 27/6/11

O Diário Económico depois desta notícia devia estabelecer uma parceria com o Google.


publicado por João Maria Condeixa às 17:58
link do post | Please be gentle | (3)

por João Maria Condeixa, em 27/6/11

A diferença entre o governo antecipar um novo plano de austeridade, face ao que está a acontecer na Grécia, e a PECmania em que tinha caído o anterior governo que de PEC em PEC ia tentando remendar a situação, está em 4 simples pontos:

 

a) antecipação da crise - o PS trouxe-nos até este ponto, em grande parte por ter ignorado a crise internacional. Esse não pode ser o caminho, pelo que há que agir de imediato face aos sinais que se vão colhendo.

 

b) execução - um dos calcanhares de Aquiles do governo anterior foi a incapacidade de execução das medidas a que se propunha. Ao não executar, deixaram que o problema se fosse agravando e diminuiram a sua credibilidade, expondo Portugal, ainda mais, à acção externa.

 

c) vontade de resolver em definitivo - cada PEC, cada remendo. Nunca se ia mais longe ou mais fundo - não confundir isto com aumentar impostos -, pelo que o remédio nunca era santo. Quanto mais este governo antecipar e tiver a coragem de reformar, mais curativo será e mais rápida a recuperação.

 

d) Receita - a solução sempre foi única: aumentar impostos ou cortar prestações, sem que nada em paralelo fosse feito para controlar a despesa. Esta antecipação das medidas de austeridade recaem, essencialmente, sobre a reforma estrutural do Estado e o pacote de privatizações. O tal ir "mais longe, mais fundo". É bem diferente.


publicado por João Maria Condeixa às 10:08
link do post | Please be gentle | (3)

Sexta-feira, 24 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 24/6/11

Partido Comunista Chinês tem mais de 80 milhões de filiados.

Mais uma vitória para o PCP e para o Camarada Jerónimo, mais uma meta para o Benfica e para o ACP tentarem ultrapassar.


publicado por João Maria Condeixa às 11:46
link do post | Please be gentle | (5)

Quarta-feira, 22 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 22/6/11

Meio mundo histérico de alegria com o exemplo dado por PPC, que é meritório. Há muito tempo que os portugueses não viam um gesto nesse sentido - dos políticos serem compartilhadores das dificuldades vividas - e por isso espantam-se e batem palmas efusivamente. Em 24 horas vêem um a andar de Vespa e outro a passar de "cavalo para burro". Sinceramente, Portugal precisava deste tipo de sinais.

 

Mas a mim ainda me falta perceber por que raio precisa o Estado que seja a Top Atlântico a tratar-lhe dos bilhetes, se a TAP até é sua!


publicado por João Maria Condeixa às 19:10
link do post | Please be gentle | (3)

por João Maria Condeixa, em 22/6/11

Mais impressionante que uma Montblanc não deitar tinta, é um ex-Primeiro-Ministro não botar faladura. Sócrates ontem na cerimónia da tomada de posse entrou mudo e saiu calado e ninguém se espantou com isso. O ex-PM malhou uns acepipes e de resto andou colado às paredes para ver se ninguém dava por ele. O momento de maior exposição foi mesmo indirecto, por via das filmagens que faziam à actual primeira-dama e que, em segundo plano, o apanhavam a ele. De resto, poucos quiseram saber dele e foi para o lado que o senhor dormiu melhor. No fim, todos os outros ex-membros do governo se pronunciaram, mas Sócrates preferiu sair de fininho, quase pelas portas dos fundos - e olhem que as portas dos fundos no Palácio da Ajuda são lá muito ao fundo! -.

 

Esta estratégia não é inocente. Sócrates quer sair da memória dos portugueses o mais depressa possível e o PS saberá ser conivente com esta atitude daquele que, neste momento, é uma péssima lembrança dos socialista junto do eleitorado.

 

Mas mal estará a democracia portuguesa se tão depressa se esquecer daquele que tantas vezes lhe mentiu para que ela lhe fosse favorável.


publicado por João Maria Condeixa às 12:00
link do post | Please be gentle | (1)

Terça-feira, 21 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 21/6/11

"Eu queria era fazer o exame de Biologia no CEJ!"


publicado por João Maria Condeixa às 14:50
link do post | Please be gentle | (1)

por João Maria Condeixa, em 21/6/11

Hoje é o Solstício de Verão! 'Bora lá trocar presentes, reunir a família, enviar cartões de boas festas e comer bacalhau, tal como se faz no outro Solstício - o qual dizem ser a única razão para os festejos daquela época -, caso contrário ainda nos vão acusar de descriminação solstícia e isso já se sabe: a descriminação é uma coisa muito feia!

 

Este Solstício pode ser mais quente mas pode vir na mesma aquele senhor barbudo e casacudo que festeja todos os Invernos o alinhamento dos astros. Ele e a rena dele, que isso dos animais também é coisa que não pode ser descriminada.


publicado por João Maria Condeixa às 11:10
link do post | Please be gentle | (1)

Segunda-feira, 20 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 20/6/11

José Sócrates recebeu um par de patins uma bicicleta dos seus amigos socialistas. São notícias que nos deixam mais felizes. A todos, incluindo o próprio presenteado.


publicado por João Maria Condeixa às 15:49
link do post | Please be gentle | (1)

por João Maria Condeixa, em 20/6/11

Acabou o "Descubra as diferenças". Tive oportunidade de por lá passar umas vezes e de conhecer outras opiniões e, sobretudo, o André Abrantes Amaral e a Antonieta Lopes da Costa, que tiveram a ousadia de fazer um programa declaradamente parcial - coisa rara e pouco vista em Portugal-. O que é pena, pois como o André aqui diz, esse é um exercício que nos faz falta:

 

O ‘Descubra as Diferenças’ nunca escondeu a sua linha editorial: dar espaço à direita, conservadora e de preferência liberal, que pensa e escreve por aí. Dar voz a uma minoria quando a grande maioria é de esquerda e, mais ainda, socialista. É impossível ser-se neutral ou imparcial quando o país caminha para o desastre. Apenas os falsos o tentam ser, apenas os vazios, os que não existem, o são. Nunca acreditei no jornalismo que visa não ter opinião. Escrever, falar, implica opinar. Ora, quem o faz, deve fazê-lo de forma clara e esclarecedora. Nunca apreciei jornais, revistas que procuram todo o público, rendendo-se a ele, descaracterizando-se ao ponto de nada mais serem que uma mera amálgama de palavras. Qualquer debate político pressupõe uma tomada de posição, um esclarecimento prévio. Não há mal nenhum em dizer o que se pensa, se enganar e mudar de ideias. Não há mal nenhum em procurar ser-se minimamente verdadeiro, minimamente franco, minimamente leal, directo, na busca constante de um conhecimento que se quer objectivo. Apenas assim nos centramos nas políticas e esquecemos as tricas pessoais. Ganhamos nós que encetamos esse caminho e ganham todos os que nos ouvem e lêem.

 

A eles, os meus parabéns. Fica já a faltar qualquer coisa do género!


publicado por João Maria Condeixa às 15:32
link do post | Please be gentle

Domingo, 19 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 19/6/11

 

PPC tem na sua primeira potencial derrota, a primeiríssima oportunidade para, declaradamente, se assumir  diferente de José Sócrates e do seu governo. Fosse no passado e uma má opção teria já sido disfarçada, desmentida e distorcida até parecer que nunca tinha sido tomada. Passos Coelho tem de ir a jogo com a decisão que tomou - ainda que eu a ache má e frágil - para que não restem dúvidas que estamos perante outro género político.

 

A Nobre cabe proceder com igual coerência, saíndo pelo seu pé, minimizando assim os prejuízos sobre o partido que o acolheu e recuperando alguma da credibilidade política do passado.

 


publicado por João Maria Condeixa às 18:34
link do post | Please be gentle | (2)

Sábado, 18 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 18/6/11

Este nosso estádio está cheio de velhos do Restelo que irão estranhar antes de entranhar. E por isso faltou compôr o ramalhete com um jogador reverencial. As claques reclamam mudanças, mas não gostam quando elas se fazem. As claques queixam-se de paternalismos, mas apavoram-se quando eles desaparecem. As claques pedem novos jogadores e tácticas - dizem mesmo que esse é um dos grandes males do país - mas amedrontam-se quando eles surgem. Para as satisfazer, faltou apenas esse pormenor na equipa. Alguém que não os fizesse temer a queda do céu sobre as cabeças.

 

Este é um onze inteiramente composto por rapaziada arejada e descomprometida de anteriores governos, corporações e, em grande parte, livre de partidarites - inflamação que é pior que uma ruptura do menisco -.

 

As ideias velhas já se tinham provado esgotadas e responsáveis pelas derrotas acumuladas. Esta rapaziada, que ainda não sofre de vícios - nem de estrelatos -, pode muito bem trazer as ideias que nos podem tirar do atoleiro onde nos acomodámos (talvez Nuno Crato e o eduquês sejam disso o melhor exemplo).

 

Além do mais, não herdando a camisola de ninguém, nem mesmo de Cavaco, é perfeita para implementar a táctica da Troika - pelo menos têm a desculpa para o fazer - e ousar ir mais além.

 

Falta ainda conhecer a equipa técnica, mas estou com vontade de os ver ir a jogo.


publicado por João Maria Condeixa às 18:00
link do post | Please be gentle | (3)

Quinta-feira, 16 de Junho de 2011
por João Maria Condeixa, em 16/6/11

Leiam a carta de Sócrates a Segoléne Royal que vale muito a pena.


publicado por João Maria Condeixa às 15:22
link do post | Please be gentle | (1)

por João Maria Condeixa, em 16/6/11

O empregado de mesa acabou de me anunciar o governo todo em primeira mão. Disse-me todas as pastas, Secretarias de Estado e com sorte, se lhe tivesse perguntado, ainda me dizia os chefes de gabinete.

Nada mal para quem diz não ler notícias, nem ver televisão. Deve ter juntado peça a peça pelas conversas de café que ia ouvindo.

Em Portugal é assim, quem sabe, sabe. E o empregado de mesa, cunhado do taxista, é que sabe.


publicado por João Maria Condeixa às 14:50
link do post | Please be gentle | (2)

Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Pulling the plug and full...

OE2012: do corte na despe...

Curto rescaldo da Madeira

Na Madeira

O fetiche do voto do betã...

A 18 cêntimos a acção (3)

A 18 cêntimos a acção (2)

A 18 cêntimos a acção

Em entrevista comparada

Alguém me explica este li...

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds