Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 11/2/11

A mais pura das verdades é que continua a ser Portas a liderar a oposição e a criar os momentos políticos:

Fê-lo ao dizer que era necessário um pacto de regime que constituísse um governo de 3 partidos e na altura todos o criticaram - eu próprio estranhei o anúncio - mas passados 15 dias a grande maioria dava-lhe razão e falava que era "premente" chegar a esse consenso.

E fê-lo agora com a moção de censura. Ao ínicio acusaram-no de histerismo governativo e ejaculação precoce - eu próprio não percebi o timming - mas passada uma semana todos lhe vieram roubar o discurso.


publicado por João Maria Condeixa às 10:36
link do post | Please be gentle

3 comentários:
De espumante a 11 de Fevereiro de 2011 às 11:48
Não entendo o seu argumentário, meu caro. Vou até mais longe afirmando que não é lisonjeiro para Portas associá-lo a qualquer tipo de sinergia subconsciente de um político como Louçã que, por razões que me escapam, tem sido considerado arguto e inteligente e que, na minha modesta opinião, se tem mostrado irremediavelmente estúpido, infantil e birrento na defesa das suas «corridinhas» com o PCP. A esquerda radical tem dois representantes no Parlamento, o PC que continua a ter uma acção preponderante na rua e nos sindicatos e o Bloco que não passa de um Partido mais ou menos adventício, escorado numa franja de burguesia urbana que vai achando graça às tropelias de Louçã.
É um atrevimento e uma análise apressada achar que o PSD tem uma batata quente na mão. Penso mesmo que Passos Coelho tem estado a desenvolver uma acção inteligente nesta matéria, em nome dos superiores interesses dos portugueses.

O evangelista Louçã, verdadeiro mentor político da desgraça Alegre de 23 de Janeiro último, anunciou uma moção de censura ao governo. É evidente que a moção não se destina a fazer cair o governo mas, antes, a imputar a terceiros a sua previsível não queda e a abandalhar isto um pouco mais do que já está. Sócrates não tem de ficar a todo o custo mas também não deve sair a todo o custo. Uma moção meramente tacticista só ajuda à vitimização do governo e ao trivial folclore louceiro. Nada mais.
(João Gonçalves no Portugal dos Pequeninos). Ou ainda:

Já se sabia que o dr. Aguiar-Branco, funesto candidato à presidência do PSD, não era exactamente um modelo de perspicácia e de inteligência políticas. Ao dizer que, pessoalmente, estaria disposto a votar uma moção do dr. Louçã, só veio confirmar essa infelicidade.

Ou ainda:

http://blasfemias.net/2011/02/11/mocao-de-politiquinha/

Penso que consensualmente, esta patetice de Louçã não colheu e ajudou a definir melhor os contornos desta orla da esquerda radical. Penso mais ainda que o PSD não tem batata quente nenhuma na mão e muito brevemente (penso que horas...) irá esclarecer os portugueses que não embarca em tropelias à la Louçã.

Resumindo, não concordo com o sentido do seu post, muito menos me recuso a associar a ideia de que Louçã ao dizer o que disse ontem, estivesse sequer a pensar em Portas.
Um abraço.

NR



De João Maria Condeixa a 11 de Fevereiro de 2011 às 14:50
Acho que devia reler o meu post. Eu não associo a acção do BE ao facto de ter sido o CDS a introduzir o tema. A justificação para a moção do BE está no post anterior. Aqui limito-me a dizer que é Portas e o CDS que estão a marcar o momento político que se vai vivendo em Portugal. Quem depois agarra os temas - e têm sido pessoas de todo o espectro a fazê-lo - é indiferente para o que aqui exponho.

Quanto a ser, como diz, um "interesse superior dos portugueses" a manutenção por mais 9 meses de JS & Companhia tenho as minhas sinceras dúvidas!


De José Académico a 20 de Fevereiro de 2011 às 21:51
Que Portas está sempre um passo à frente do seu tempo, é um facto. Que isso lhe tem valido, frequentemente, a achincalhamento dos seus pares nos outros partidos, também está devida e longamente comprovado. Que a sua qualidade e perspicácia políticas não lhe têm valido a desejada votação nas urnas é lastimável, mas é, também, a realidade. Como resolver este imbróglio? Talvez livrar Portas do peso morto que é o CDS.


Comentar post

Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Pulling the plug and full...

OE2012: do corte na despe...

Curto rescaldo da Madeira

Na Madeira

O fetiche do voto do betã...

A 18 cêntimos a acção (3)

A 18 cêntimos a acção (2)

A 18 cêntimos a acção

Em entrevista comparada

Alguém me explica este li...

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds