Domingo, 23 de Janeiro de 2011
por João Maria Condeixa, em 23/1/11

Esta trapalhada toda com os cartões de cidadão traz-me à memória aquela história anedótica dos inventores que queriam criar qualquer coisa tecnológica que escrevesse debaixo de água. Enquanto uns puxavam pela cabeça e resolviam integrais, derivadas e equações complexas, outro foi pelo caminho mais fácil e lembrou-se do lápis. Sim, a grafite escreve debaixo de água, pasmem-se!

 

O recenseamento eleitoral e o método por nós utilizado lembra-me os primeiros cientistas. Sob o culto da burocracia tudo inventamos para complicar as coisas. Verdadeiro simplex - já que fazem tanta questão de darem nomes pomposos às coisas - seria aos 18 anos transformar automaticamente todo e qualquer cidadão em eleitores de pleno direito e dever - que já existe - e abdicar-se do cartão, nº de eleitor e registo de cidadão para esse efeito. Assim, com a mera apresentação do BI - ou Cartão de Cidadão - qualquer um poderia votar na sua área de residência.

 

Eu sei que assim estamos todos mais "contadinhos" e controlados e que estatisticamente o número de abstencionistas não é tão expressivo, mas esse é para o lado que durmo melhor. Ando farto de engenharias e sem paciência para burocracias. Acabe-se com o recenseamento, faxavor!


publicado por João Maria Condeixa às 19:34
link do post | Please be gentle

8 comentários:
De Francisco Castelo Branco a 23 de Janeiro de 2011 às 21:54
aqueles que fazem 18 anos ja não precisam de se recensear.
é automatico.
Devia bastar a apresentação do BI


De João Maria Condeixa a 23 de Janeiro de 2011 às 22:14
Pois, bem sei. Mas falta essa parte: acabar com o cartão de eleitor, o número e essa burocracia sem sentido. Eleitores podiamos ser todos e apenas com base no BI


De eazb a 23 de Janeiro de 2011 às 23:12
O cartão de cidadão não nos veio beneficiar em nada. Nem para votar! Propaganda Socrática e mais nada!


De João Maria Condeixa a 24 de Janeiro de 2011 às 00:18
Não o acho totalmente inútil: estando 100% operacional resume ali bastante informação. Além disso é o reflexo - ou pelo menos devia ser - de um maior cruzamento de dados...


De eazb a 24 de Janeiro de 2011 às 12:28
Será que faz sentido no Século XXI criar um cartão e depois não estar 100% operacional? Isto não aconteceria em mais nenhum país da UE.


De João Maria Condeixa a 24 de Janeiro de 2011 às 14:31
Sim, até podemos achar que em teoria nos vem facilitar a vida, mas de facto na prática, tem bastantes pormenores em falta e que não foram estudados. O mais comum é os impressos pedirem (pelo menos faziam-no há uns tempos) data de emissão quando ela não está patente no CC..


De Nuno van Uden a 24 de Janeiro de 2011 às 11:14
Concordo contigo quando dizes que se devia acabar com esta história do cartão de eleitor. Mas o grande problema nesta trapalhada é que ao fazer o cartão do cidadão.... eles atribuem um novo numero de eleitor? mas isto cabe na cabeça de alguem?

O meu BI acaba agora no principio do mês e vou ter ir fazer um cartão do cidadão... ai deles que me tirem o meu numero de eleitor.... 17942 que tanto tempo me levou a decorar... é que parto aquilo tudo na hora!


De João Maria Condeixa a 24 de Janeiro de 2011 às 14:24
Julgo que está relacionado com o residência fiscal, daí algumas mudanças inesperadas para as pessoas. Mas, sim, não faz sentido nenhum....mas não partas nada que ainda piora a situação e temos de desembolsar mais não sei quanto! :)


Comentar post

Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Pulling the plug and full...

OE2012: do corte na despe...

Curto rescaldo da Madeira

Na Madeira

O fetiche do voto do betã...

A 18 cêntimos a acção (3)

A 18 cêntimos a acção (2)

A 18 cêntimos a acção

Em entrevista comparada

Alguém me explica este li...

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds