Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010
por João Maria Condeixa, em 28/12/10

Há uns tempos referi aqui que seria errado, de resto como em qualquer outro negócio entre duas partes, considerar o apetite da China pela dívida portuguesa, ou de outros países da Europa, como um acto vampiresco ou, por oposição, inocente e caridoso. Em nenhum destes dois pólos reside a resposta.

 

A China tem graves problemas internos e sabe que o seu crescimento é por demais insustentável, sobretudo se não tiver bem oleados e saudáveis os seus mercados de exportação. No dia em que os seus principais importadores lhe barrarem a porta, aqueles trabalhadores que hoje são explorados morrerão à fome numa assombrosa crise interna. Daí que hoje façam este gesto de compra das dívidas públicas para minimizarem sobre si quaisquer impactos negativos externos. Esta necessidade de abraçarem a Europa, alguns dos seus problemas e alguns dos seus costumes, chega ao ponto, de, como diz este cronista da Reuters, os tempos se terem invertido chegando os Chineses a desejarem Feliz Natal entre si e cá para fora, quando há uns anos seriam perseguidos por tal acto. A Europa está a entregar muito de si aos Chineses, mas a verdade é que a China nem por isso se consegue manter imutável, absorvendo muito do capitalismo e das democracias liberais europeias.

 

Mas não fiquemos por aqui. A abertura da China fomenta receios e cria atitudes proteccionistas antagónicas na Europa. Se eles por lá se abrem ao mundo, a Europa por cá vai descobrindo que tem todos os flancos abertos e que talvez esteja na hora de, pragmaticamente, se proteger um pouco mais. Tal como é aflorado aqui: Chineses estão a comprar tudo. Bruxelas diz que é perigoso.

 

No fundo, estão os dois a fazer percursos inversos. Chegará o mundo ao ponto de equilibrio, essa obsessão da economia?


publicado por João Maria Condeixa às 09:18
link do post | Please be gentle

Real Constituição da República do Cáustico
Leia atentamente este folheto antes de tomar a constituição como sua.
Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico, farmacêutico ou constitucionalista de família.
Em caso de emergência:
jcondeixa@hotmail.com
Posts recentes

Pulling the plug and full...

OE2012: do corte na despe...

Curto rescaldo da Madeira

Na Madeira

O fetiche do voto do betã...

A 18 cêntimos a acção (3)

A 18 cêntimos a acção (2)

A 18 cêntimos a acção

Em entrevista comparada

Alguém me explica este li...

Últimos comentários
Hmmm é pena que o blog tenha acabado :(
quanto mais a deleora só isto era um poste da edp ...
Cambada de antropomorfistas d'electrõesJá agora eu...
Durante uns bons anos - 5 pelo menos - tb fui ague...
Eutanasiar um blogue...eu sei o que custa manter u...
entrapolítico privado num tem né?Mas se todo o hom...
Oi muito thanx! amei re-ler essa publicação é engr...
é que não apanham pó....a desvantagem é que desapa...
mais comentados
Diário da República
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


Temas

todas as tags

subscrever feeds